PRÓ-TV


EMILIO SURITA


Antônio Emílio Sáenz Surita é o Emílio Surita do programa: ” Pânico”.Ele nasceu em São Manuel, interior de São Paulo, em 17 de agosto de 1961. Ele é radialista e apresentador de televisão.

Tendo concluído o curso de Direito, não quis exercer a profissão. Mesmo formado, preferiu trabalhar em boates e em rádio, como DJ. Sua carreira artística começou na Rádio Clube AM de São Miguel. Moço muito inteligente, logo fez contato com a Rede Globo e com o jornalismo dela. Começou a sonhar em mudar-se para o sul, o que logo aconteceu. Começou a exercer a função de jornalista. Mas tinha outro amor: o futebol. Ele jogou na Seleção Brasileira de Futebol Sub-23, quando estava com apenas 17 anos.

Quando mudou-se para São Paulo,entrou em contato com agências de propaganda e logo conseguiu trabalho. Chegou a ficar conhecido como garoto-propaganda das lojas Mappin, importantes na capital paulista. Além dos comerciais, Emílio Surita participava do programa de televendas “TV Mappin.” Estes eram exibidos principalmente na Rede Bandeirantes de Televisão. Depois ele passou para a Rádio Jovem Pan e “bolou” um programa que veio a ser sucesso, tanto no rádio, como na televisão. Procurou colaboradores dentre pessoas que eram ouvintes e ele as achava engraçadas. Uma porque era gaga, outra por ter mau humor constante e ele foi formando um elenco totalmente original.E eles conseguiram sempre alavancar a audiência. O programa está no ar há quinze anos. Durante esse começo de rádio, Surita fez algumas passagens pela TV Manchete, apresentando programas jovens, ao lado de Patrícia Pillar e João Kleber. Na Rede Bandeirantes ele fez voo solo. Posteriormente na Rede Record, fez programa com os colegas Bola e Japonês. Esteve no programa do Ratinho, no SBT e também no ” Caldeirão do Huck”,na Rede Globo.

E o programa” Pânico”, da Jovem Pan foi o embrião para o programa: ” Pânico na TV “, na Rede TV! Em outubro de 2003, Surita convocou um grupo de rapazes de pouca experiência em televisão, tal como havia feito em rádio, e articulou um programa bem baratinho, que gastasse apenas cinco mil reais para o cenário e o encaixou na emissora que era a quinta colocada no ranking nacional. Em um ano o programa fez furor e atualmente consegue até mesmo liderar a audiência nas noites de domingo.

Em 2012, toda a turma do “Pânico na TV” acertou sua ida para a Rede Bandeirantes, mantendo o domingo à noite como horário de exibição da atração.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais