PRÓ-TV


ELIZETH CARDOSO


Elizeth Moreira Cardoso é o nomecompleto de Elizete Cardoso. Ela nasceu em São Francisco Xavier, perto doMorro da Mangueira, na cidade do Rio de Janeiro, em 16 de julho, de 1920. O paiera seresteiro, tocador de violão, a mãe gostava de cantar, e o tio Pedrofreqüentava as sociedades dançantes da época. Reuniam-se eles comoutros músicos, na casa da Tia Ciata, que entrou para a história, como localde concentração de sambistas do Rio.

Com seis anos , Elizeth cantou norancho Kananga do Japão. E aos oito , já cobrava 10 tostões da vizinhança,para cantar sucessos de Vicente Celestino. Mas precisou trabalhar, para sesustentar. E teve inúmeras profissões. Foi balconista, peleteira, funcionáriade uma fábrica de sabão e cabelereira. Até que,aos 16 anos, na sua festa deaniversário, foi ouvida por Jacó do Bandolim, que se encantou e a convidoupara fazer um teste na Rádio Guanabara. O pai de Elizete, a princípio seopôs, mas acabou por ceder. E ela foi e se apresentou no dia 18 de agosto de36, no programa:”Suburbano”, ao lado de Vicente Celestino, Noel Rosa,Moreira da Silva, que eram os nomes mais importantes da época.

Depois desseótimo início, Elizeth passou para a Rádio Educadora. Em 1939, começou afazer shows em circos,clubes, cinemas. E apresentou, junto com Grande Otelo, porquase dez anos, o quadro:”Boneca de Pixe”. Além de ótima cantora,tinha talento de passista, o que lhe valeu convite para participar de umarevista musical, onde conheceu Ari Valdez, com quem se casou, em fins de 1939.Tiveram um filho; Paulo César Valdez. Mas o casamento durou pouco. Diziamque Ari tinha “um parafuso a menos”.

Elizete passou a ser crooner de orquestras, cantava também no Dancing Avenida. Nessa funçãomudou-se para São Paulo, e foi cantar no Salão Verde e na RádioCruzeiro do Sul. Mas em 46 voltou ao Rio e ao Avenida e em 48 foicontratada pela Rádio Mauá. Fez sua primeira gravação, cantando:”Braços Vazios”e “Mensageiro da Saudade”, que nãotiveram sucesso. O sucesso veio na segunda gravação, com amúsica;”Canção de Amor”. A cantora foi para a Rádio Tupi do Rio eem 1951, para a Televisão Tupi, inaugurada naquele ano.

Elizete já era então estrela de rádio, discos, casas noturnas e televisão.Foi contratada pela Rádio Mayrink Veiga, pela boate Vogue e gravou um deseus maiores sucessos:”Barracão”. Em 53, participou do show :”Feitiço da Vila”, na boate Casabranca., que se estendeu a SãoPaulo, onde a cantora foi contratada pela Rádio e TV Record. No mesmo ano, noRio, deixou a Rádio Tupi e foi para a TV Rio. Em começo de 60,estrelou o programa: “Nossa Elizete”, na TV Continental. Lançou odisco:”Magnífica” e foi contratada pela Rádio Nacional, para oprograma:”Cantando pelos Caminhos”. Em 65, voltou à TV Record de SãoPaulo , que aproveitando a onda da música brasileira,lançou :”Bossaudade”,apresentado por Elizete. Esse programa se contrapunha à Bossa-Nova.E convidava: Luiz Vieira, Francisco Petrôneo, Pixinguinha, Linda Batista,Marlene, Emilinha Borba,Orlando Silva,Silvio Caldas, todos os cantores famosos,enfim. E Elizete se saia muito bem, como apresentadora, além de cantar também.Foi sua época dourada.

Sua carreira teve fatos marcantes. Em 58 lançou;”Canção do AmorDemais”, considerado inaugural da bossa- nova. Tinha acompanhamento deJoão Gilberto e era todo com músicas de Vinícius de Moraes e Tom Jobim. Em59, gravou: “Orfeu do Carnaval”. Em 16 de novembro de 1964 , apóslançar seu quinto disco da série: Meiga Elizete, deu um showinesquecível no Teatro Municipal de São Paulo, cantando : as Bachianas Brasileiras, nº 5, de Villa-Lobos. Um estrondoso sucesso.

No ano seguinte , participou do espetáculo ” Rosa de Ouro”e gravou oLP:”Elizete Sobe o Morro” Fez então temporadas no Uruguai,Argentina, Portugal e, em 1968, esteve no Festival da Arte Negra, em váriospaíses da África, como Dacar, Senegal. Em 68 , fez excursão pela AméricaLatina, e a convite da OEA, participou de turnê pelos Estados Unidos e Japão.Nesse país, aliás, ela esteve por três vezes. Lá gravou discos e foilá também, que em 1989 descobriu que estava com câncer.. Ao todo ,Elizete gravou 40 LPs no Brasil e vários outros em Portugal, Uruguai,Venezuela,México, Argentina.

Ela era a cantora predileta dopresidente Jânio Quadros.

Elizete faleceu em 7 de maio de 1990. Foi enterrada no Cemitérioda Ordem do Carmo, ao som de um surdo portelense, que chorava sua morte.

Elizete era amada por todos. Ganhouvários apelidos carinhosos: Mulata Maior, a Enluarada, a Magnífica e oque mais ficou, foi o criado por Haroldo Costa: A Divina.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais