PRÓ-TV


ELÍSIO DE ALBUQUERQUE


Elísio de Albuquerque Filho nasceu emManaus, no dia 27 de outubro de1920. De família numerosa, Elísio era o filho caçula de vinteirmãos. Passou sua infância e juventude em Manaus, quando iniciou sua carreira no teatro amador. Durante a Segunda Guerra Mundial, foi convocado para a Força Expedicionária Brasileira, participando da lendária batalha de Monte Castelo, em 1945. De volta ao Brasil, mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro, prosseguindo o trabalho teatral, tanto amador quanto profissional, mantendo paralelamente uma carreira de funcionário público.

Em 1955, casou-se com Iolita, com quem teve quatro filhos: Rejane, Roberto, Laíse e Luciana .Fez parte do TBC,Teatro Brasileiro de Comédia e do Teatro dos Doze. Chegou a atuar em diversas peças do Grande Teatro Tupi, no Rio, onde atuavam, entre outros; Fernanda Montenegro, Sérgio Brito,Nathália Timberg. Fez o seriado “O Sítio do Pica-pau Amarelo”, em que foi o Visconde de Sabugosa, na TV Tupi carioca.Em 1954 participou de peças históricas do teatro brasileiro, como ” A Moratória” , de Jorge Andrade e” Senhora dosAfogados”, em1947, de Nelson Rodrigues.

Ao mesmo tempo mantevepromissora carreira na televisão, vivendo o grande vilão Dom Rafael, de “O Direito de Nascer”, em1964,levada ao ar pela TV Tupi de São Paulo essa novela teve aceitaçãoespetacular.. Em 1968, outro grande sucesso, Elísio fez o milionário Adalberto Dias Leme,da novela de Geraldo Vietri: “Antônio Maria”. O ator também trabalhouem cinema, em filmes como “Apassionata” e” A Família Lero-Lero”.Participou constantemente de vários especiais teledramatúrgicos da TV Tupi de São Paulo, atuando em: TVs de Vanguarda e TVsde Comédia. Também esteve na TV Cultura, com:” A Casa Fechada”, dirigido por Antunes Filho, que foi ao ar em 1972.

O ator fez inúmeras outras peças, quer na televisão, como no teatro eno cinema. Foi sempre muito requisitado.
O ator Elísio de Albuquerque retirou-se da vida artística em 1972, após concluir a novela” OPreço de Um Homem”, por problemas de saúde, que se complicariam nos anos subseqüentes.

Elísio de Albuquerque faleceu emSão Paulo, no dia 23 de setembro de 1983, para tristeza de todos.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais