PRÓ-TV


ELIS REGINA


Elis Regina Carvalho Costa, em arte Elis Regina, nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, em 17 de março de 1945.Começou a carreira como cantora aos 11 anos de idade, em um programa de rádio para crianças, chamado “O Clube do Guri”, na Rádio Farroupilha, que era apresentado por Ari Rego. Há disputa para se saber quem a lançou em São Paulo. Walter Silva, famoso produtor e apresentador de rádio, dizia que foi um vendedor da gravadora Continental quem primeiro a ouviu.

Seu nome: Wilson Rodrigues Poso.Ela ainda estava em Porto Alegre e tinha 15 anos. Em 1962 saiu o primeiro disco dela, no eixo Rio-São Paulo. Diz ainda Walter Silva:”Levei-a ao meu programa . Fui o primeiro a tocar o disco dela e lhe disse: Menina você vai ser a maior cantora do Brasil”. A verdade é que em 1959 ela já tinha sido contratada pela Rádio Gaúcha, e em 1961 lançou 3 discos. Em 1964, com a agenda cheia, assinou contrato com a TV Rio. Ficou conhecendo muitos cantores, pois fez parte do programa:”Noite de Gala”. Foi levada então para o Beco das Garrafas,que era dirigido por Luis Carlos Mieli e Ronaldo Bôscoli. Fez amizade com eles e em 1967 , casou-se com Bôscoli. Tiveram o filho João Marcelo, e os padrinhos do casamento foram Paulinho Machado de Carvalho e esposa, donos da Rádio e TV Record de São Paulo, e depois de todas as Emissoras Unidas de Rádio e Televisão do Brasil.

No ano de 1964, Elis tinha conhecido também Solano Ribeiro, grande produtor musical.Ele foi o idealizador e produtor do Festival de MPB da TV Record. Elis foi convidada. E já podia se considerar consagrada. Fazia o :” Fino da Bossa”, ao lado de Jair Rodrigues,e que era dirigido por Walter Silva.O programa ficou no ar até 1967 e todos lamentaram sua saída. Foi quando gravado: “Dois na Bossa”, primeiro disco brasileiro a vender um milhão de cópias. Ë verdadeque a cantora já havia ganho o Festival da TV Excelsior, com a antológica música: “Arrastão”,de Edu Lobo e Vinícius de Moraes.Foi quando ela recebeu o prêmio Berimbau de Ouro, e depois o prêmio Roquete Pinto, como a melhor cantora do ano. Ela estava com 20 anos deidade.

Fazia tanto sucesso que a TV Record resolveu, em 1968, dedicar seu principal programa:”O Show do Dia 7″inteiramente a Elis Regina A esse programa comparecem seus pais, parentes próximos e grandes cantores e músicos,como: Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Baden Powell, e muitos outros.E suas gravações se sucedem. Suas turnês também. Canta no Olyimpia de Parisduas vezes no mesmo ano. Ë comparada à Edith Piaf, a grande cantora francesa.Os anos 70 foram anos de glória.Sua técnica, seu estilo musical, são considerados ímpares. Ninguém melhor que ela. Uma das melhores do mundo. Em 1975, faz o espetáculo:”Falso Brilhante”. Imenso Sucesso. Ela já estava desquitada de Bôscoli e casada com o maestro César Camargo Mariano, com que teve os filhos Pedro e Maria Rita . Esse espetáculo teve 300 apresentações e gerou um disco homônimo.

Dentre suas principais gravações,pode-se citar: Arrastão; Canção do Sal; Casa de Campo; Fascinação; Maria Maria;Corcovado;O Bêbado e o Equilibrista; Aquarela do Brasil; Águas de Março; Retrato em Preto e Branco; Alô Alô Marciano; Chega de Saudade;Carolina; Dinorah Dinorah; Travessia; Saudosa Maloca; Aquele Abraço; Me deixas Louca; Folhas Secas; Tiro ao Álvaro; Ladeira da Preguiça; Louvação; Como nossos Pais; Gracias a la Vida; Meio de Campo; Se eu Quiser Falar com Deus;Vira mundo;e muitos outros. Tinha aos seus pés crítica e público. Mas era muito agitada e lhe puseram o apelido de “Pimentinha”.

Foi ela quem lançou uma série enorme decompositores, até então desconhecidos.

Seus 3 filhos seguiram a carreira musical.

Em 1969, em plena ditadura militar, disse numa entrevista que o Brasil era governado por militares.

Os últimos momentos de Elis Regina consternaram todo o povo brasileiro. Já separada do segundo marido Camargo Mariano,embora tivesse um namorado, sentia-se só. Estava com 36 anos de idade apenas. Foi constatado que teve complicações decorrentes de overdose de drogas, tranqüilizantes e bebidas alcoólicas Choraram todos Os filhos, os amigos, o povo. Seu velório foi um dos maiores já vistos no país. Havia partido a maior cantora do Brasil.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais