PRÓ-TV


EDSON CELULARI


Edson Celulari nasceu no interior de São Paulo, na cidade de Bauru, em 20 de março de 1958.

O início da sua carreira foi na TV de São Paulo, em 1978, quando atuou em “Salário Mínimo” e “Gaivotas”,ambas na TV Tupi. Já em 1980, com o fechamento da TV Tupi, Celulari foi para a TV Globo.

Ele se tornou praticamente um ator apenas global, embora muito esporadicamente tenha feito novela na TV Bandeirantes, onde fez “Chapadão do Bugre” e no SBT, onde atuou na novela “Brasileiras e Brasileiros”.

Mas são incontáveis suas aparições na Rede Globo de Televisão, nas novelas:  “Marina“; “Plumas e Paetês”; “Ciranda de Pedra”; “O Homem Proibido”; “Guerra dos Sexos”; “Amor com Amor se Paga”; “Um sonho a Mais”; “Cambalacho”; “Sassaricando”; “Que Rei sou eu?”; “Deus nos Acuda”; “Fera Ferida”; “Decadência”; “Explode Coração; “A Justiceira”; “Torre de Babel”; “Vila Madalena”; “As Filhas da Mãe”; “Sabor de Paixão”; “Um Só Coração” (minissérie em que fez o papel de “Cicilo” Matarazzo); “América”;  “Páginas da Vida”; “Beleza Pura”; “Araguaia”; “Guerra dos Sexos”; “Alto Astral” e “A Força do Querer”.

Além disso Edson Celulari fez alguns filmes, entre eles, “Inocência”; “Asa Branca, Um Sonho Brasileiro”; “Ópera do Malandro”; “Brasa Adormecida”; “Sexo Frágil” e “For All – O Trampolim da Vitória”. Apareceu ainda em seriados da TV Globo, como “Os Normais”; “Sai de Baixo”; “A Grande Família”; “Brava Gente”; “Chico e Amigos” e “S.O.S. Emergência”.

Foi casado com a atriz Claudia Raia por muito anos e eles tiveram dois filhos.

No Teatro ele participou das montagens de “O Despertar da Primavera”; “Hamlet”; “Fedra”; “Calígula”; “Don Juan”; “Fim do Jogo”; “Dom Quixote de Lugar Nenhum” e do musical “Hairspray”.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais