PRÓ-TV


DJENANE MACHADO


O nome completo de Djenane Machado é Djenane Vasconcelos Machado. Ela nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 10 de junho de 1951.

Djenane é filha de Carlos Machado, que foi o ” Rei da Noite Carioca”, nos anos 50 e 60. A menina, então, cresceu em meio à produção de shows, espetáculos de teatro, já que sua mãe também pertencia ao meio,pois ela era figurinista.

Djenane iniciou como profissional, na TV Globo, em junho de 1968, quando participou da novela: ” Passo dos Ventos”, de Janete Clair. Em 69, foi escalada para: ” Rosa Rebelde”, a seguir para ” A Ponte dos Suspiros”, que foi a primeira novela do autor Dias Gomes na Globo. Depois a atriz entrou em ” Véu de Noiva”. A telenovela seguinte foi: ” Assim na Terra Como no Céu”. Em 1971, fez: ” O Cafona”, de Bráulio Pedroso. Em 1972, foi escalada para: ” O Primeiro Amor”. A seguir, a atriz fez o especial: ” Somos Todos do Jardim da Infância”.

Ela foi então escalada para o seriado, que acabou ficando famoso: ” A Grande Família”. Ganhou o papel de Bebel, esposa de Agostinho. E ela foi bem, mas por motivo de relacionamento interno, Djenane acabou se indispondo com o elenco e pediu para sair, tendo sido substituída por Maria Cristina Nunes. Essa sua atitude desencantou os diretores da emissora, que, como é óbvio acontecer, a colocaram na ” geladeira”.

Djenane foi fazer cinema . Havia estreado em: ” A PenúltAima Donzela”. Mas, nessa ocasião em que se afastou da TV Globo, fez duas comédias do estilo pornochanchada, que foram: ” As Alegres Vigaristas” e “Já não se Faz Amor Como Antigamente”.

Sua volta à Globo , se deu em 1976, quando ganhou um papel em ” Estúpido Cupido”, novela de Mario Prata.Esse talvez tenha sido o papel m ais importante e mais marcante que fez em televisão.

Entre as novelas, Djenane participava de espetáculos teatrais montados pelo pai. Fez” Hip-Hip-Rio” .

Depois foi apresentadora, em televisão, do programa: ” Saudade Nâo Tem Idade”.

A seguir, fez a novela: ” Espelho Mágico” e ” Ciranda de Pedra”. A atriz teve, porém, problemas com drogas. Foi afastada da Globo, onde estava até então e procurou trabalho em outras emissoras e em cinema. Fez o filme: ” Sábado Alucinante”, ao lado de Sandra Bréa, que tinha os mesmos problemas que ela. Em 1982, foi para São Paulo e participou na TV Cultura do telerromance: ” Música ao Longe”. Fez o filme: ” Águia na Cabeça” e ” Ópera do Malandro”.Entrou então na TV Manchete e fez a novela: ” Tudo em Cima”. Em 1986, fez; ” Novo Amor”.

Como não conseguia se afastar das drogas, afastou-se definitivamente da televisão, para tratar-se. Começou aí sua fase de poetisa.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais