PRÓ-TV


DELIS ORTIZ


Delis Ortiz nasceu no dia 5 de junho de 1963, em Cuiabá, capital do Mato Grosso. Ela é filha do venezuelano naturalizado brasileiro Alfredo Ortiz, que foi funcionário do departamento Nacional de Estradas de Rodagem- DNER e da enfermeira Zila Lima Ortiz; Delis formou-se em Jornalismo, numa faculdade particular em Brasília e trabalhou no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária- INCRA, para poder custear seus estudos. Esse trabalho lhe proporcionou viagens pelo Brasil e muitas experiências que lhe valeram na carreira de jornalista.

Sua carreira começou logo após formada, quando foi ser repórter no SBT- Brasília. Ficou seis anos nessa emissora, acumulando sua função no Incra. Apareceu no jornal: “ Noticentro”, cobrindo assuntos da periferia de Brasília. Depois foi para o “ Telejornal Brasil”, sempre do SBT, ao lado de Boris Casoy e Tonico Ferreira.. Em seguida começou a cobrir política.

No final de 1990, foi convidada por Alberico de Sousa Cruz, da TV Globo, para ser repórter do “ Jornal Nacional”, pois o jornalista Álvaro Pereira saiu, e se candidatou a deputado federal. Delis começou em 1991, logo após o início da crise do governo Collor. A cobertura dessa crise marcou muito a carreira de Delis Ortiz. , Em seguida, cobriu o lançamento do Plano Real . Cobriu a posse de Fernando Henrique Cardoso, e acompanhou várias de suas viagens. A partir de 1995, quando Evandro Carlos de Andrade entrou na Globo, Delis continuou cobrindo política na capital federal. Fez várias outras matérias importantes, como o assassinato do índio pataxó Galdino Jesus dos Santos.

Em 98, cobriu a reeleição de FHC, a cassação do senador Luiz Estevão e do deputado Hildebrando Pascoal, a CPI de Narcotráfico, em 2000. Novamente cobriu eleições presidenciais, a posse de Luiz Inácio Lula da Silva e também a sua reeleição. Em 2004, fez grande matéria sobre abuso sexual de crianças, para o “ Globo Repórter”. Suas matérias gravadas no Paraguai, Rio Grande do Sul e Ceará, lhe deram o Vll Prêmio Imprensa Embratel, de 2005, como a Melhor Jornalista do Ano.

Delis Ortiz cobriu a trajetória de Dilma Rousseff, desde ministra da Casa Civil do governo Lula, até sua posse como 1ª mulher eleita presidente do Brasil.

Em 2011, Delis Ortiz passou a ser correspondente da TV Globo para a América Latina, baseada em Buenos Aires, mas cobrindo todos os demais países, fazendo sempre grandes reportagens.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais