PRÓ-TV


DANIEL AZEVEDO


Daniel Azevedo nasceu em 26 de abril de 1927, na cidade mineira de Conceição da Aparecida. Seu nome de registro é Salomão Jacob. Ainda bem pequenino mudou-se para Muzambinho com toda a sua família , que era bem numerosa. Ali viveu grande parte de sua infância, ao lado dos pais Isaac Jacob e Radah Jacob. Entre seus irmãos havia o Taufic Jacob, que adotou o nome artístico de Dionísio Azevedo.

Daniel, bem mais jovem, também o seguiu. A família toda já havia se mudado pra a capital paulista, onde tanto Dionísio, como Daniel , que no princípio trabalhavam em comércio, entraram para o rádio. Era o ano de 1944 e os irmãos Jacob procuraram as Rádios Tupi e Difusora de São Paulo. Contrariando a vontade de seus pais, que eram evangélicos fervorosos, mas sentindo forte inclinação artística, ambos queriam ingressar no radioteatro, que estava em seu auge.

Donos de vozes graves e bonitas, logo conseguiram um lugar no elenco, que ora atuava na Rádio Difusora, ora na Rádio Tupi. Quando foi inaugurada, na mesma rede, a Televisão Tupi, pioneira da América Latina, lá estava Daniel e seu irmão Dionísio Azevedo. Além de ator, Daniel também adaptou e escreveu roteiros para rádio. Mas o mais importante era a participação em novelas, dentre as quais: “O Direito de Nascer”, de Félix Caignet, onde fez o papel do galã Alfredo Martins. Daniel Azevedo , em 1948, casou-se com Olinda Dias e eles tiveram cinco filhos: Cláudio, Sylvia Regina, Cybele, Marcos e Joel. Daniel Azevedo trabalhou ainda na TV Paulista, e fez dublagens. Considerava-se um autodidata, pois gostava muito de ler e de estudar. Era poeta também, e deixou uma coletânea de poemas, escrita ao longo de sua carreira.

Daniel Azevedo faleceu em 27 de novembro de 2004, no hospital Vermelhinho, que fica bem em frente ao CT do Corinthians, seu clube do coração.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais