Museu da TV, Rádio & Cinema


AURIMAR ROCHA


José Aurimar Cunha da Rocha nasceu no bairro de Vila Isabel, no Rio de Janeiro, em 11 de março de 1933.

Ele foi ator, produtor, autor e diretor teatral.

Estreou em Teatro na década de 1950 e, além de ator, foi autor, diretor, produtor e dono de teatro, no Rio de Janeiro. Teve a Companhia Teatral Aurimar Rocha, que produzia espetáculos de revista. Desde 1968, comandou o Teatro de Bolso, que ficava no bairro do Leblon.

Escreveu peças que fizeram muito sucesso, como: “Escândalo na Sociedade”, ”Os Elegantes”, “O Jogo da Verdade”, “Os Desquitados” e “O General de Pijama”.

Como ator atuou nas peças: “Um Garçonniere de Meu Marido”, em 1965; ”O Patinho Feio”, em 1969; “Minha Doce Subversiva”, em 1968; “Família Pouco Família” e ”Pedro Mico”.

Como diretor esteve nos palcos conduzindo as peças: ”Inimigos Íntimos”, em 1958; “O Que Era Genro Era Nora”, em 1963; “Pedro Mico” e “A Gata Borralheira”, em 1968; “Branca de Neve” e “Coelhinho Pitomba”, em 1969.

No Cinema, Aurimar Rocha participou dos filmes “Divorcio à Brasileira”, “Café na Cama” e “Ana, a Libertina”. 

Na Televisão, participou de quatro novelas: “Uma Rosa Com Amor”; “O Feijão e o Sonho”; “O Casarão” e “Duas Vidas”, todas da TV Globo. 

Aurimar era casado com a atriz Vera de Brito e eles tinham três filhos. Ele morreu vítima de um câncer no fígado, em 16 de maio de 1979, com apenas 46 anos de idade.

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
BRAVI
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Fórum SBTVD
Grupo Observatório
Gugu Vive
IBEPEC
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
TudoRádio
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais