PRÓ-TV

“Antonio Maria” alavanca a audiência da TV Tupi em 1968



Em julho de 1968, a TV Tupi enfrentava problemas com a audiência das suas novelas, em parte pela grande concorrência que a TV Excelsior imprimia com “O Terceiro Pecado” e “A Pequena Órfã”.

Foi nesse cenário que surgiu “Antonio Maria”, uma história aparentemente despretensiosa do grande autor de novelas Geraldo Vietri (1927-1996), que falava de um misterioso português que chegava ao Brasil e se tornava motorista particular de uma rica família, se envolvendo com os problemas da mesma e se tornando o “ombro amigo” de todos dessa família.

Para o papel principal, Vietri escolheu Sérgio Cardoso (1925-1972) que já havia brilhado como outro imigrante, só que um italiano, o Ciccilo de “O Cara Suja”, quase três anos antes. O ator, que sempre foi muito dedicado a cada papel que interpretou, fez um laboratório com a colônia no Brasil, só freqüentando cantinas, restaurantes e eventos portugueses no Brasil para dominar bem o sotaque do personagem.

A novela começou sem grandes pretensões, mas já no segundo mês de exibição era um sucesso total na cidade de São Paulo, reconquistando a audiência para a TV Tupi no horário. Se transformou em líder de audiência e foi uma das novelas mais bem sucedidas da emissora, ficando 10 meses em cartaz: de julho de 1968 a abril de 1969.

Antonio Maria, o português fino, galante e bom orador, marcou para sempre a carreira de Sérgio Cardoso, que logo depois dessa novela foi levado para o elenco da TV Globo. Ao lado de Sérgio, o autor e também diretor Geraldo Vietri convocou um grande elenco: Aracy Balabanian, Wilson Fragoso, Carmen Monegal, Elisio de Albuquerque, Maria Luiza Castelli, Guy Loup, Denis Carvalho, Jean Carlos, Annamaria Dias, Tony Ramos, Marcos Plonka, Jacyra Silva, Paulo Figueiredo, Norah Fontes, Patricia Mayo, Carlos Duval, Néa Simões, Xisto Guzzi, Guiomar Gonçalves, Canarinho, Beth Caruso, Elias Gleizer, Antonio Leite, Luiz Carlos Braga e a atriz e cantora portuguesa Gilda Valença, entre outros nomes.

O par central, vivido por Antonio Maria (Sérgio Cardoso) e Heloísa (Aracy Balabanian) caiu nas graças do grande público noveleiro e é, até hoje, uma das duplas românticas mais famosas das nossas telenovelas. Outros casais também marcaram a novela, que acima de tudo tinhas belas histórias de amor e uma boa dose de humor centrada nos personagens de Marcos Plonka (1939-2011) e Jacyra Silva (1940-1995).

Alguns jovens atores da época tiveram sua grande oportunidade em “Antonio Maria” e devem a Geraldo Vietri um grande impulso nas suas carreiras. Foi o caso de Denis Carvalho, Tony Ramos, Carmen Monegal, Paulo Figueiredo, Patricia Mayo e Annamaria Dias.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais